Resenha : Série A seleção – Kiera Cass

a-selecaodownload (1)a escolhaa herdeira capa

Imagine um futuro onde a sociedade é dividida em 8 castas,onde cada casta é responsável por oferecer um tipo de serviço à sociedade sendo que a quanto maior a sua casta mais pobre você é. Um país cheio de desigualdade social, rebeldes e toque de recolher. Acrescente a tudo isso uma seleção onde 35 garotas irão lutar para terem a chance de conquistarem o coração do príncipe e se tornar sua princesa. Isso tudo acontece em Illéa, o antigo Estados Unidos da América após a quarta Guerra Mundial. America Singer é a nossa protagonista, uma jovem musicista que pertence a casta 5, dos artistas. Sua vida não é fácil e ela se acostuma desde cedo a ajudar sua família a manter a casa. Às escondidas ela mantêm um romance com Aspen, um jovem pertencente a casta 6 o que dificulta seu namoro, pois sua família não aceitaria seu envolvimento com alguém de casta inferior a sua. E em meio a tudo isso America sofre a pressão da sua mãe para se inscrever na Seleção, um concurso onde 35 garotas de 35 províncias diferentes passam a conviver no palácio Real enquanto o príncipe decide com qual delas deverá se casar. América reluta em participar mas se vê arrastada pela mãe e para deixá-la feliz resolve se inscrever só porque tem a certeza de que não será selecionada. Mas então o que acontece? Ela é selecionada e Aspen resolve terminar seu romance para que nada impeça America de conquistar uma vida melhor. Sendo assim America embarca para a seleção de coração partido e com o desejo e a certeza de que o príncipe nunca a escolherá.

aselecaopromo

E então no primeiro livro da série somos apresentados a outras 34 garotas, a um rei e uma rainha e ao príncipe Maxon, um cara engraçado, educado, inteligente e muito muito charmoso, provando ser bem diferente do que ela imaginava. E então todos seus planos vão mudando de figura e seu coração vai ficando mais confuso a cada dia.

download (1)

Em A Elite, o segundo volume da série, América ainda está toda confusa em relação à Maxon e a coroa. E para piorar sua confusão seu ex-namorado Aspen está trabalhando como guarda no palácio e prometeu que não irá desistir dela tão facilmente. Que dilema dessa garota hein?

Eu achei o segundo livro um pouco mais arrastado embora os ataques dos rebeldes se tornem mais frequentes nesse livro tornando a vida das candidatas um pouco mais agitadas.

Mas America ainda não está convencida se quer mesmo aceitar uma coroa e o Rei não está muito contente com suas atitudes pois ela se provou uma garota de opinião. Ou seja, uma garota problema.

a escolhaNo terceiro livro da série America está mais  bem resolvida sobre o que realmente quer, mas agora terá que lutar para se destacar entre outras participantes que parecem fazer mais sucesso com o público e com o próprio coração de Maxon. Em meio a tudo isso os ataques dos rebeldes estão cada vez mais frequentes e America passa a questionar o sistema de castas e o próprio governo. O que pode ser um pouco perigoso, pois faz com que sua popularidade com o rei só piore. Mas America agora está decidida sobre o que e por quem deve lutar.

O livro é um continho de fadas distópico. Pode parecer bem infantil no começo mas é gostosinho de se ler e no final acaba sendo bem envolvente mesmo. A história toda praticamente gira em torno da Seleção, mas ainda tem todo um cenário político como plano de fundo. Tem ainda aquela coisa de triângulo amoroso, que não pode faltar em romance adolescente e um toque mágico que você só vê em conto de fadas. Os livros são lindos! sou absolutamente apaixonada pelas capas. Da para ler os três livros super rápido, mas espera, não acaba por aí não: depois que você conferir toda a história da America ainda pode conferir o quarto livro da série: A Herdeira

a herdeira capa

O quarto livro da série vai contar a história da princesa Eadlyn, herdeira do trono de Illéa que para acalmar os ânimos de alguns poucos rebeldes aceita passar por uma Seleção onde 35 garotos disputarão por sua mão. Só que Eadlyn é dona de uma personalidade muito forte e é contra desde o começo a Seleção. Ela só aceita participar a pedido dos pais e mesmo assim em nenhum momento acreditando que a Seleção fosse dar certo, garantindo a si mesma que após três meses de Seleção terminaria sem um esposo. Mas aos poucos a princesa vai mudando e se envolvendo com alguns participantes e se descobrindo com isso. A princesa durona se recusa a sair da casca mas isso não dura muito tempo.  O livro segue o mesmo padrão dos outros livros, o que não é muita surpresa. Para quem curtiu os três primeiros livros tem que conferir A Herdeira. O livro cumpre o seu papel e atinge bem seu público alvo. Garotas que adoram romance vão gostar da série. Eu aprovei.

Um beijo e até a próxima :*