Em pleno ar

“A música no meu peito estava se tornando mais gritante. Será que estava alto o suficiente para que ele pudesse ouvir? Milhões de pensamentos pairavam na minha cabeça, vozes e barulhos da festa lá fora. De repente tudo parou. Silêncio. O silêncio tomou conta de mim no momento em que senti a pele da sua mão fria no meu rosto quente. Um som de um suspiro abafado saiu por meus lábios. Já podia ver de novo seu sorriso presunçoso se desenhando em seu rosto.  O que eu poderia esperar de melhor naquele momento? todas as expectativas foram superadas. Minha pele ardia onde sua mão, antes fria, tocara minha pele. E então, um segundo depois ele segurava meus rosto com as duas mãos.O chão que antes me mantinha segura começou a tremer, algo estava fora do lugar, talvez fossem meus pés, que estavam em pleno ar. Todas as prévias foram interrompidas, e todo o resto não tinha mais sentido a não ser aquele breve espaço de tempo que precisou decorrer até que seus lábios finalmente tocassem os meus.”

(Ksouza)

tumblr_n2hwy3QNUD1rx61nzo1_500

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s