Naquele beijo

naquele beijo

Tudo bem não vou te encher com papo de amor ou com qualquer conversinha mole sobre como meu mundo passou a girar de uma forma diferente depois que eu conheci ele. Nem vou pintar um mundo perfeito onde ele seja o centro do meu universo, ou dizer sobre como penso nele a cada segundo do meu dia ou como quando escuto sua respiração a noite inteira e às vezes me belisco só para saber se realmente não estou sonhado. Não, calma! Não é sobre isso que vou falar com você. Nem sobre quando fico absolutamente tonta  quando ele caminha em minha direção e me toma daquele jeito que fazem os anjos do céu cantarem em meus ouvidos. Não, nem vou te chatear contando mais uma vez aquela história de quando eu e ele nos conhecemos e eu senti, eu sei que você não acredita nessa parte e sempre se irrita quando eu a repito mas é a verdade eu juro, eu realmente senti que alguma coisa nos unia e eu senti meu coração dar pequenos saltinhos em meu peito e isso me assustou terrivelmente. Com ele todas as noites são perfeitas, os dias são mais coloridos e eu já consigo ver seus olhos pegando fogo de raiva por me escutar dizendo isso mais uma vez, eu sei disso mas você sabe como eu não consigo evitar. Falar dele ainda é um vício e eu não pretendo procurar a cura. Você deveria entender. Não, não é pedir demais, você está aqui para me escutar portanto escute. Eu já te contei sobre aquele sorriso que ele exibe em seu rosto toda vez que me abraça pela manhã? Já te contei como ele me deixa tonta quando chega perto de mim olha bem dentro dos meus olhos e diz o quanto me ama? Já te contei que uma vez ele me confessou que já me olhava em segredo a muito tempo antes que eu o notasse? Já contei? Sim eu sei que já contei. Desculpe, não consigo evitar. É que tudo isso parece tanto com um sonho que eu me recuso acordar. O que me faz lembrar que não era sobre isso o que eu dizer. Ia te contar de como nunca acreditei muito nessas histórias de amor e que houve um tempo em que fui só uma ouvinte, tão cética quanto você. Mas então, em uma noite, naquele bar eu conheci um cara e ele estranhamente começou a olhar para mim e de repente eu senti algo muito estranho e alguma coisa muito séria e assustadora estava acontecendo com meus nervos, e minha pressão sanguínea também não estava nada normal. Seria estranho se eu te contasse que meu sangue parecia estar literalmente pegando fogo? Meu Deus o que era aquilo? Eu tentava raciocinar ao mesmo tempo em que me obrigava a respirar mas essa tarefa tão simples de repente se tornou a coisa mais difícil de realizar. Me senti uma criança quando está aprendendo a andar e tenta lutar para se manter em pé. E ele não parava de me encarar e aquilo tudo durou uma eternidade até que ele percorreu toda a distância que nos separava no bar e a cada passo seu meu coração disparava ainda mais, se ele demorasse mais um segundo eu iria ter um ataque cardíaco. Então ele finalmente me alcançou e fez a coisa mais estupida que poderia ter feito um desconhecido. E a mais deliciosa. Ele me beijou. Mas calma, não foi um simples beijo, foi “O BEIJO”. O mais longo e o mais breve da minha vida e eu nunca, jamais, vou poder me esquecer daquele beijo. Foi doce e quente, foi forte e delicado, foi intenso e vibrante e me fez esquecer por um segundo de quem eu era. Aquele beijo me mudou para sempre. E antes que você me diga que não acredita nessas bobagens todas, deixa eu dizer só mais uma coisa: Às vezes o mundo pode não fazer muito sentido e você pode perder completamente o controle e até esquecer por um segundo como  respirar ou pode sentir seus ossos se quebrarem em um milhão de pedacinhos e ainda se manter de pé. Pode sentir suas veias pegarem fogo e seu coração aumentar a cada batida até não caber mais em seu peito. Pode achar todo o resto do mundo descartável e rir por não acreditarem em você. Mas quer saber? Não importa, por que isso é a melhor coisa do mundo. E não importa o que eu te diga agora porque nada vai te fazer entender de como nunca antes, mas  nunca mesmo, eu me senti mais viva do que naquele beijo.

(ksouza)

Te odeio

“Você sempre soube como confundir meus sentimentos e eu já cansei dessa luta de tentar me entender. Ninguém no mundo sabe me irritar tanto quanto você. Nenhuma outra pessoa na face da terra consegue alterar meus nervos como você faz a ponto de querer te matar às vezes. E u detesto o quanto me provoca e te odeio cada vez mais por isso. Mas só você sabe como me deixar tonta quando chega tão perto de mim até eu perder todas as minhas forças e o controle total sobre as minhas pernas. Ah! como te odeio. E quando você chega devagar e sem que eu perceba sussurra em meu ouvido? Você sabe mesmo como me perturbar com seu jeito. Eu não suporto as suas manias irritantes e esse seu sorriso presunçoso que me tira do sério quando você já sabe muito bem que ganhou a batalha. Eu odeio esse tremor que sinto quando suas mãos tocam em meu rosto e a minha pele esquenta só com a sua presença. E então, quando eu te afasto você me puxa para mais perto sempre fazendo parecer que tem controle total sobre mim. Como eu te odeio! Mas toda vez que você se aproxima eu sinto minha pulsação acelerar terrivelmente e eu odeio tanto isso que meus ossos tremem. Mas meu Deus o que eu não faria só por um beijo seu? Eu acho, devo dizer, que te tanto te odiar passei a amar você”

(ksouza)

Mark-Lexie-sexie-mark-and-lexie-25119126-400-226

Nostalgia – 12 Filmes da minha infância

edward maos de tesoura

Gente uma das minhas diversões na infância era ficar em frente à tv assistindo Sessão da Tarde kkk velhos tempos! 🙂 aí tem aqueles filmes que você não consegue esquecer porque você assistia sempre. Minha babá quase perfeita, curtindo a vida adoidado, Quero ser grande, Querida encolhi as crianças, mudança de hábito e muito outros, são clássicos. Segue aí uma listinha com 12 filmes que eu vi e revi milhares de vezes. ❤

1. Meu Primeiro Amor (1991) – posso dizer que esse foi o primeiro filme que me fez chorar na vida rsrs

meu primeiro amor

2. Matilda (1996) eu adorava assistir esse filme *-* sonhava que tinha super poderes igual a ela :p

matilda

3. Ninguém segura esse bebê (1994) – o bebê mais fofo do mundo ❤

ninguem segura esse bebe2

4. Jumanji (1995) – simplesmente adorava! Mas aquele batuquizinho do jogo me deixava com medo :p

jumanji

5. A franquia De volta para o futuro – simplesmente o melhor! amo esses filmes 😀 juntava toda a molecada para assistir. Pena que ainda não inventaram o skate voador né?

.de volta para o futuro

6. Jurassic Park (1993) – Já perdi as contas de contas vezes assisti rs

jurassic

7. Karatê Kid – A dupla Daniel-san e Senhor Miyagi era demais 🙂

karate kid

8. K – 9 Um policial bom pra cachorro – Eu adooooro os três filmes :p

k9

9. Os goonies (1985) – Sou do tempo em que esse filme era figurinha repitida na sessão da tarde 😀

os goonies

10. Débi & Loide: dois idiotas em apuros (1994) -Não tem como negar que esses dois idiotas fizeram parte da minha infância.

debi e loide

11. Denis, o pimentinha (1993) – pobrezinho do sr. Wilson 🙂

denis o pimentinha

12. Esqueceram de mim – Falar dos filmes da minha infância e não citar os filmes Esqueram de Mim é impossível, dava vontade de fazer armadilhas pela casa inteira depois de assistir aqueles filmes kk

esqueceram de mim

E vocês? quais os filmes que mais assistiram na infância? 😀

Fugir

“Diga para mim qual o gosto que você sente quando pensa em mim? Eu ainda tenho guardado o beijo que te dei. Por que ainda insiste em procurar seu coração se sabe que ele ficou comigo?  Não pode mentir para si mesmo. Sabe muito bem o que sente quando está comigo. Não prenda suas mãos, elas sentem falta das minhas. Você sabe tanto quanto eu que não pode fugir de si mesmo, porque não se pode fugir daquilo que se sente”

(ksouza)

você me ama

Quando só amar não adianta

Como pode dizer que me ama e depois ir embora? Como pode um ” eu te amo” soar assim tão fraco? Como pode um toque de adeus ser tão doloroso? Como pode palavras perdidas parecerem tão longe da realidade, tão longe de nós dois? Como pode eu te querer tanto e mesmo assim não estarmos juntos? Como pode eu ter tanto medo de te perder mesmo já tendo te perdido?

(k souza)

crowen

Resenha : Série A seleção – Kiera Cass

a-selecaodownload (1)a escolhaa herdeira capa

Imagine um futuro onde a sociedade é dividida em 8 castas,onde cada casta é responsável por oferecer um tipo de serviço à sociedade sendo que a quanto maior a sua casta mais pobre você é. Um país cheio de desigualdade social, rebeldes e toque de recolher. Acrescente a tudo isso uma seleção onde 35 garotas irão lutar para terem a chance de conquistarem o coração do príncipe e se tornar sua princesa. Isso tudo acontece em Illéa, o antigo Estados Unidos da América após a quarta Guerra Mundial. America Singer é a nossa protagonista, uma jovem musicista que pertence a casta 5, dos artistas. Sua vida não é fácil e ela se acostuma desde cedo a ajudar sua família a manter a casa. Às escondidas ela mantêm um romance com Aspen, um jovem pertencente a casta 6 o que dificulta seu namoro, pois sua família não aceitaria seu envolvimento com alguém de casta inferior a sua. E em meio a tudo isso America sofre a pressão da sua mãe para se inscrever na Seleção, um concurso onde 35 garotas de 35 províncias diferentes passam a conviver no palácio Real enquanto o príncipe decide com qual delas deverá se casar. América reluta em participar mas se vê arrastada pela mãe e para deixá-la feliz resolve se inscrever só porque tem a certeza de que não será selecionada. Mas então o que acontece? Ela é selecionada e Aspen resolve terminar seu romance para que nada impeça America de conquistar uma vida melhor. Sendo assim America embarca para a seleção de coração partido e com o desejo e a certeza de que o príncipe nunca a escolherá.

aselecaopromo

E então no primeiro livro da série somos apresentados a outras 34 garotas, a um rei e uma rainha e ao príncipe Maxon, um cara engraçado, educado, inteligente e muito muito charmoso, provando ser bem diferente do que ela imaginava. E então todos seus planos vão mudando de figura e seu coração vai ficando mais confuso a cada dia.

download (1)

Em A Elite, o segundo volume da série, América ainda está toda confusa em relação à Maxon e a coroa. E para piorar sua confusão seu ex-namorado Aspen está trabalhando como guarda no palácio e prometeu que não irá desistir dela tão facilmente. Que dilema dessa garota hein?

Eu achei o segundo livro um pouco mais arrastado embora os ataques dos rebeldes se tornem mais frequentes nesse livro tornando a vida das candidatas um pouco mais agitadas.

Mas America ainda não está convencida se quer mesmo aceitar uma coroa e o Rei não está muito contente com suas atitudes pois ela se provou uma garota de opinião. Ou seja, uma garota problema.

a escolhaNo terceiro livro da série America está mais  bem resolvida sobre o que realmente quer, mas agora terá que lutar para se destacar entre outras participantes que parecem fazer mais sucesso com o público e com o próprio coração de Maxon. Em meio a tudo isso os ataques dos rebeldes estão cada vez mais frequentes e America passa a questionar o sistema de castas e o próprio governo. O que pode ser um pouco perigoso, pois faz com que sua popularidade com o rei só piore. Mas America agora está decidida sobre o que e por quem deve lutar.

O livro é um continho de fadas distópico. Pode parecer bem infantil no começo mas é gostosinho de se ler e no final acaba sendo bem envolvente mesmo. A história toda praticamente gira em torno da Seleção, mas ainda tem todo um cenário político como plano de fundo. Tem ainda aquela coisa de triângulo amoroso, que não pode faltar em romance adolescente e um toque mágico que você só vê em conto de fadas. Os livros são lindos! sou absolutamente apaixonada pelas capas. Da para ler os três livros super rápido, mas espera, não acaba por aí não: depois que você conferir toda a história da America ainda pode conferir o quarto livro da série: A Herdeira

a herdeira capa

O quarto livro da série vai contar a história da princesa Eadlyn, herdeira do trono de Illéa que para acalmar os ânimos de alguns poucos rebeldes aceita passar por uma Seleção onde 35 garotos disputarão por sua mão. Só que Eadlyn é dona de uma personalidade muito forte e é contra desde o começo a Seleção. Ela só aceita participar a pedido dos pais e mesmo assim em nenhum momento acreditando que a Seleção fosse dar certo, garantindo a si mesma que após três meses de Seleção terminaria sem um esposo. Mas aos poucos a princesa vai mudando e se envolvendo com alguns participantes e se descobrindo com isso. A princesa durona se recusa a sair da casca mas isso não dura muito tempo.  O livro segue o mesmo padrão dos outros livros, o que não é muita surpresa. Para quem curtiu os três primeiros livros tem que conferir A Herdeira. O livro cumpre o seu papel e atinge bem seu público alvo. Garotas que adoram romance vão gostar da série. Eu aprovei.

Um beijo e até a próxima :*

Como curtir seu sábado à noite em 3 passos

Mais uma semana passou e você não quer deixar o tédio te corroer e o fim de semana passar em branco não é mesmo? A semana foi corrida, seu trabalho foi puxado e você não via a hora de o fim de semana chegar. Então o que fazer para curtir seu sábado à noite?

1 º Passo: Curtir uma baladinha:

baladinha

2º Passo:.Encontrar seus amigos para jogar conversa fora:

sair com amigos

3 º Passo: Dar uma voltinha de carro pela City:

dar uma voltinha

Mas então todas as três primeiras opções não passaram nem perto de se tornarem realidade e você se vê em pleno sábado à noite fazendo 3 coisinhas:

1ª Ajeitando sua cama:

arruamndo a cama

2ª Ligando seu computador:

no computador

3ª  Assistindo uma das suas séries favoritas:

how i met you mother

E então? alguma dúvida que sua noite será legendária? 😀

Por que amamos “A Culpa é das Estrelas”?

hazel e gus

Olá pessoal tudo bem com vocês? Semana passada assisti pela segunda vez o filme “A culpa é das estrelas” e então resolvi falar um pouquinho dele aqui no blog, aliás não só do filme mas do livro também. Confesso que li o livro movida a curiosidade, por que na época teve muito zum zum zum em torno do livro então eu pensei “Esse livro deve ser muito bom já que estão comentando tanto ou muito ruim” e lá vou eu comprar o livro para conferir eu mesma e tirar minhas próprias conclusões. Só que eu tenho um certo problema nesses casos pois na grande maioria das vezes eu acabo me decepcionando com a história e penso “Poxa tanto barulho por nada!”, pois é, confesso que foi meio com esse sentimento que comecei a ler o livro, quase que prevendo a minha decepção entende? rs e até que foi assim no começo da leitura mas depois que terminei o livro veio aquele sentimentozinho que é tão difícil de descrever quando você termina uma leitura que acabou te cativando de alguma maneira, seja pela sua simplicidade, seja pela sua verdade, ou por algum personagem que acabou te prendendo na história. Comigo foi assim. A escrita fácil e descomplicada de John Green da aquele toque delicado e doce e torna a leitura bem fácil de degustar.

Hazel Grace Lancaster é uma adolescente de dezesseis anos diagnosticada com câncer de tireoide desde os treze. A doença afeta drasticamente a funcionalidade de seus pulmões, mas então uma droga que faz parte de um tratamento experimental passa a fazer efeito fazendo com que o tumor reduza de tamanho.

images (7)Hazel não é aquela personagem “coitadinha” nem é retratada como a vítima da história. Não é o câncer que a define, ela tem sua personalidade bem constrúida e apesar de saber que sua doença é incurável e de que provavelmente não dispõe de muito tempo de vida sua única preocupação é no sofrimento e dor que sua morte causaria em sua família. Então ela passa a frequentar um grupo de apoio a pedido de sua mãe que acredita que ela esteja entrando em depressão. E é nesse grupo que ela conhece Augustus Water, um jovem que teve osteossarcoma e devido ao câncer acabou perdendo uma das pernas. Gus é aquele personagem otimista, bem humorado que vai trazer mais alegria para a vida de Hazel que reluta a se render ao inevitável romance entre os dois.

É estranho dizer que só passei a gostar de fato do livro depois que terminei a leitura? É como eu disse, ao terminar o livro fiquei com aquele gostinho de perda no coração e carreguei o romance dos dois por um tempinho comigo. E eis que surge tempo depois o filme. Eu já tinha decidido que não assistiria, ou pelo menos não iria sair correndo para conferir. Achava que ficaria apelativo demais ou que não convenceria. E então um bom tempo depois me rendi e fui conferir o filme e devo dizer que ele conseguiu captar exatamente a essência do livro e não conseguiria imaginar alguém mais perfeito como Hazel Grace do que Shailene Woodley.

O filme me cativou muito, talvez até mais do que o próprio  livro. Tráz toda a doçura do amor adolescente ficando impossível não se emocionar com os dois.

images (5)

O melhor de tudo é que a história não gira em torno do câncer, quer dizer não é só sobre o câncer que a história trata. Ambos lançam diversos questionamentos sobre a morte. Gus tem o medo de ser esquecido, Hazel se preocupa com quem irá ferir com sua morte. A morte está ali presente e ela sabe disso, aos dezesseis anos ela tem consciência de que não irá envelhecer. E por esse motivo se recusa a se entregar em um relacionamento com Gus e fazer com que mais uma pessoa seja afetada com sua morte. Gus é um personagem cheio de tiradas sarcásticas e toda a sua aparência de forte e segura esconde na verdade sua insegurança e o medo de ser “esquecido”. Em meio a tudo isso você se apaixona pelos dois e é esse amor doce que te cativa. Afinal quem não tem medo da morte e de ser esquecido?

hazel e gua

Hazel compartilha seu livro favorita com Gus. O livro chamado “Uma Aflição Imperial” termina literalmente no meio de uma frase deixando várias perguntas em aberto. Hazel é fã do livro e do autor mas ele nunca respondeu suas cartas em que ela pedia respostas sobre o fim do livro. Então Gus e Hazel como em um conto de fadas conseguem embarcar em uma viagem para conhecer Peter Van Houten, o autor do livro, para conseguir respostas. Mas toda a expectativa de Hazel de finalmente estar cara a cara com seu escritor favorito não sai bem como planejado mas de certa maneira a viagem acaba se tornando melhor do que o esperado em outros sentidos.

images (1)

Me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra.”

Hazel enfim se permite viver esse amor mesmo acreditando que ela seja uma granada prestes a explodir.

Jantar

tumblr_n5run11y651stpwsmo1_500

Nessa hora se você é a mais pura manteiga derretida da face da terra já estará com os olhos vermelhos. E coleguinha a partir desse ponto as coisas só pioram 😦  prepara os lencinhos porque titio Green não poupará seu coração.

a-culpa-e-das-estrelas-novo-video49882

Quando li o livro não estava preparada para a reviravolta do final e acho que isso foi o que de fato me surpreendeu bastante porque minha mente estava preparada para outro desfecho.

images (6)

E então você se vê gradativamente se apaixonando. Assim como acontece com Hazel. E com eles você aprende que o mundo não é mesmo uma fábrica de realização de desejos. Nem sempre é justo. E a culpa é de quem? Nem sempre as coisas saem do jeito que planejamos ou conforme as nossas atitudes, e como consequência de nossos atos. Às vezes nossa vida é afetada por uma força maior. Às vezes a culpa é mesmo das estrelas. ❤ ok?

(…) Não posso falar da nossa história de amor, então vou falar de matemática. Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros. Um escritor de quem costumávamos gostar nos ensinou isso. Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Queria mais números do que provavelmente vou ter, e, por Deus, queria mais números para o Augustus Waters do que os que ele teve. Mas, Gus, meu amor, você não imagina o tamanho da minha gratidão pelo nosso pequeno infinito. Eu não o trocaria por nada nesse mundo. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso.” (Pág. 235)

E só porque amei muito também a trilha sonora do filme: 🙂

Meu querido estranho

tumblr_mi3jzaJwoL1qeiixbo1_500

“Quem era ele? Um estranho que apareceu de repente, sem avisar, veio de mansinho e quando percebi já tinha me perdido. Lembro do primeiro sorriso que me deu. Lembro do nosso primeiro olhar e isso me faz sorrir. Eu sempre vou levar isso comigo, é a herança que ele me deixou. Enquanto todo o resto se perdeu eu posso guardar ele comigo, intacto do jeito que ele sempre se manteve em mim. Estranho, que me mudou para sempre. E agora nunca vou poder esquecer a forma como ele bagunçou o meu antes tão organizado mundo. Está tudo de ponta cabeça agora e eu fiquei assim, do mesmo jeito. Perdida no meio da confusão que ele deixou. E mesmo assim eu não mudaria nada se isso significasse apagá-lo da minha memória. Eu sempre o terei comigo, aonde quer que eu vá. Meu querido estranho que me deixou sozinha nesse mundo. Está tudo tão vazio agora sem você. Seu eu pudesse escolher uma imagem para guardar para sempre comigo seria essa, o nosso primeiro olhar, quando enxerguei pela primeira vez o seu sorriso.”

(ksouza)

Raiva

“Quer mesmo saber? Sim você tem razão eu tenho raiva. Raiva de ter que te ver todo dia e não te olhar de verdade. Raiva de você ter desistido. Raiva por você ter dito que nós não daríamos certo, e raiva por saber que você tinha razão. Raiva por ter você em cada pensamento meu e raiva por imaginar se eu faço parte dos seus. Raiva por sentir saudade. Raiva por te querer por perto. Raiva por chorar quase toda noite. Raiva por não conseguir amar outra pessoa porque 90% de mim ainda está com você. Raiva por te querer tanto e raiva por querer ter raiva de você e ainda assim não poder. E raiva, muita raiva por ainda amar você.”

(ksouza)

large (1)

Até o fim

“Só espero que você saiba que mesmo que machuque a nós dois tudo o que passamos, mesmo que seja tão difícil para nós dois a ponto de não conseguirmos esquecer. Mesmo que essa dor esteja ainda torturando por dentro fazendo nossos corpos tremerem de desespero. Mesmo que nosso sono seja perturbado toda noite com lembranças que não nos abandonam. Mesmo que nossos olhos já não suportem mais tanta agonia em torno deles. Mesmo que ainda seja tão difícil acordar todo dia depois de cada batalha travada com o travesseiro. Mesmo que nossos corações estejam tão esgotados que pareça impossível chegar ao final dessa guerra. Mesmo que o nosso mundo que construímos esteja em ruínas e que nossos passos estejam tão distantes um do outro. Mesmo assim nem por um segundo, nem por uma fração de segundos eu deixei de amar você. Com tanta força como sempre e para sempre. Mesmo assim amor. Ainda assim e até o fim eu vou amar você.”

(ksouza)

amar você

Sobreviver

” O seu beijo de boa noite, o seu abraço de bom dia. Eu nunca precisei tanto de você. E eu não sei como você pode mexer tanto comigo assim. Eu nunca sei como agir em mais um dia sem você. Não finja que não sabe. Não diga que não se comove. E pode passar horas, pode passar dias. Eu não sei mais a diferença. É nessa dolorosa eternidade em que eu não consigo mais sobreviver.”

(ksouza)

sofrendo

O Senhor dos Anéis – Livro e Filme

download (4)images (17)

O que falar dessa obra genial de Tolkien?! Eu conheci primeiramente O Senhor dos Anéis através dos filmes. Na  época em que assisti pela primeira vez os três filmes já haviam sido lançados no cinema a tempos, já tinha ouvido falar deles mas nem fazia idéia do que se tratava e lembro que a primeira vez que vi A Sociedade do Anel achei incrivel. Meu Deus eu tinha que assistir os outro filmes e tinha que ser logo. Foi assim que conheci a trilogia e me apaixonei pela história. Foi então que pensei “Eu preciso ler os livros“! Mas na época não tinha condições de comprar e o desejo ia sendo adiado. Na época eu com meus doze ou onze anos não tinha o hábito de ler e sempre ouvia que os livros de O senhor dos Anéis eram extensos e cansativos. O tempo passou e não sei bem por que motivo adiei tanto para ler, mas quando finalmente havia comprado os três livros não os li logo de cara, pelo contrário, ficou um bom tempo guardadinho na minha estante esperando o momento certo. Acho que eu queria dar a devida atenção à eles sabe? ouvia tanto dizerem que era um livro cansativo e eu já amava tanto a obra antes mesmo de lê-la que não queria começar a ler e desistir, queria mergulhar de cabeça e me dedicar do jeito que ela merecia. Foi então que um tempo depois resolvi fazer uma maratona e rever os três filmes novamente, e nesse embalo todo foi que pensei: “essa é a hora”! Comecei a ler  A sociedade do Anel e acreditem li num tapa mesmo. Li super rápido, adorei o primeiro livro e estava assistindo ao terceiro filme quando comecei a ler As duas torres, foi nesse ponto que a leitura brecou um pouco. Achei o segundo livro um pouco arrastado demais, demorei um pouco mais para terminar, tanto que quando terminei não comecei logo a ler o terceiro, esperei um pouco. Mas em O Retorno do Rei a leitura fluiu mais rápido, nele acontece muita coisa mas tudo muito rápido. Para quem é fã é suspeito falar mas Tolkien conseguiu criar um fantástico mundo da Terra Média e transformá-lo em imortal, tanto que mais de sessenta anos depois ainda conquista fãs pelo mundo inteiro. Acho que o segredo é não ir com tanta sede ao pote. Se quer se aventurar nos livros não tenha pressa. Eu tenho um certo problema de começar um livro e querer terminá-lo logo. Isso não funciona em O Senhor dos Anéis, senão você vai se frustrar e corre o risco de querer abandonar a leitura. Leia com calma, se deleite com cada detalhe e intercale outras leituras se preferir.

Quando o famoso Bilbo Bolseiro de Bolsão anuncia sua festa celebrando seu onzentésimo primeiro aniversário há uma grande comoção no condado, dentre os convidados está o já conhecido velho mago Gandalf. Só que Bilbo planeja realizar uma certa façanha no fim da festa que na verdade é uma despedida, pois o velho hobbit planeja partir para uma última aventura. Durante seu discurso de despedida Bilbo usa seu anel (images (21)capturado por ele quando conheceu smeagól) para pregar uma peça em todos e “desaparecer” durante a festa. Gandalf desconfiando então da origem e do poder do anel convence Bilbo a deixá-lo aos cuidados de Frodo e partir para sua aventura sem ele. É então que a vida de Frodo começa a mudar pois anos mais tarde Gandalf retorna e explica à Frodo que o Um anel deve ser levado à Valfenda onde um conselho irá decidir o seu destino. Então o poder do Um anel é revelado e uma sociedade é formada com o intuito de garantir sua destruição e assim evitar que Sauron, o verdadeiro dono do anel, retome seu poder e destrua a Terra Média e tudo o que há de bom nela. Então Frodo, sendo o portador do anel parte junto com a sociedade do Anel afim de destruir o Um anel no fogo da montanha da perdição, porém muitos obstáculos irão se impor em seu caminho. E frodo deverá ser forte para suportar e não sucumbir ao peso do poder do Anel que deseja desesperadamente voltar ao seu dono.

O que mais me chama atenção as obras de Tolkien são as riquezas de detalhes. Tolkien descreve a Terra Média com perfeição absoluta que é difícil para o leitor não se prender no livro e acreditar que de fato esse mundo não existiu. Sem falar na descrição de cada povo: são hobbits, anões, elfos, orcs, a raça dos homens e por ae vai. É um universo inteiro construído com riqueza de detalhes sem mencionar as línguas élficas, mapas e árvores genealógicas.

Há algumas diferenças entre os filmes e os livros mas perfeitamente aceitável até porque algumas adaptações teriam mesmo que serem feitas para levar a obra às telas. Por exemplo, quando Gandalf no primeiro filme se despede de Frodo para realizar algumas pequenas pesquisas sobre o Um anel e depois volta ordenando que ele parta do condado, acontece tudo muito rápido. Mas no livro isso demora anos e Frodo quando parte do condado já esta com seus cinquenta anos de idade. O filme tinha que ser mais rápido mesmo não? E o que dizer de Merry e Pippin? No filme esses dois tem mais ou menos uma função meio cômica eu diria, no livro os dois exercem seu papel de importância na história construindo grande fama.images (8)

Na verdade no filme eles meio que embarcam na jornada por acidente mas no livro os dois são muito espertos e logo desconfiam que Frodo e Sam estão planejando partir do Condado e planejam tudo para ajudá-los e garantir sua segurança. Eu adoro os dois e eles mereceram toda a recompensa de serem reconhecidos na história, são corajosos e destemidos e demonstram a todo momento a lealdade para com seus amigos.

A amizade inclusive é muito destacada no livro. A obra está repleta de exemplos de coragem e lealdade. Sam e Frodo por exemplo. Os dois passam por muita coisa e estão sempre juntos, inseparáveis. Se Sam não estivesse com Frodo ele nunca teria conseguido terminar sua tarefa. Quando Frodo não suporta mais o peso de sua carga Sam está sempre ao seu lado o encorajando e o defendendo dos perigos.

images (3) images (6)

Sem mencionar Legolas e Gimli. Se você leu o Hobbit já sabe que existe uma certa rivalidade entre elfos e anões. E foi assim no começo, mas logo Legolas e Gimli se tornam melhores amigos e depois que a guerra do anel termina os dois embarcam juntos em uma viagem exploratória. No livro toda aquela competição sobre quem mata mais inimigos também existe assim como no filme.

images (15)Quando a Sociedade do Anel fracassa, Frodo sente a necessidade de partir sozinho para destruir o anel. Mas Sam não permite  e embarca junto com ele:

“-Mas preciso partir imediatamente. É o único jeito.

-Claro que é- disse Sam. – mas não sozinho. Também vou, ou nenhum de nós vai. Vou fazer buracos em todos os barcos primeiro.'” (vol I pág 433)

sociedade

E o que falar do Gandalf? Ele é tipo “o Cara”. Uma coisa que me irritava muito enquanto eu lia O hobbit é que o Gandalf meio que sumia toda hora, mas é claro que depois quando mais precisavam ele reaparecia bem na hora “H” . Em O Senhor dos Anéis é mais ou menos assim também. Ele é o sábio, um dos protetores da Terra Média e tem como sua última função ajudar a evitar que Sauron retome seu poder.

GandalfApós lutar contra Balrog Gandalf acaba morrendo, mas por não ter terminado sua missão seu espírito é permitido retornar ao seu corpo para completar sua última tarefa na Terra Média. Eis que ele surge então como Gandalf “O branco”. E surpreende a todos que acreditavam que a sua morte era certa após sua queda num abismo enquanto lutava com a terrível criatura.

Gandalf surge representando ainda a esperança, mesmo que tudo indique que o fim é eminente.

Nos filmes toda a ação entre Sam e Frodo é intercalada com os demais acontecimentos, o que não acontece nos livros tendo essa separação dos acontecimentos.

Não tem como falar em O Senhor dos Anéis e não mencionar a criatura mais asquerosa do livro mas que tem um papel fundamental na trama: Smeagol.

images (16)

Sam tinha horror a criatura e não confiava nele nem por um segundo. Frodo já se mostrava mais paciente com Gollum, acredito eu que não só por saber que ele era importante para a sobrevivência dos dois e para o sucesso de sua tarefa, como por já sentir o peso do anel ele tinha que acreditar que existia uma saída para a criatura assim como para ele próprio.

Uma outra coisa que é um pouco diferente é a forma como o romance de Arwen e Aragorn é tratado. No filme ele é bem explorado e Arwen é presença constante em todos os filmes enquanto no  livro sua figura tem uma rápida aparição em A Sociedade do Anel e só volta a aparecer em O Retorno do Rei quando trata-se do casamento entre os dois. Todo o romance só é descrito apenas em um de seus apêndices do livro. A quem critique todo esse enfoque que foi dado no filme mas eu particularmente adoro, mesmo que Arwen não tenha tido assim tanta participação no livro eu gosto muito do romance dos dois.

aragorn e arwen

Tolkien a princípio havia planejado um romance entre Aragorn e Eowyn porém mais tarde mudou de idéia.

download (2)

Eowyn é outro personagem feminino que tem bastante destaque. É uma guerreira e não se esconde por trás de sua aparência suave e delicada. No perigo anseia em lutar para defender sua família e sua terra. Ela e seu irmão Éomer foram criados pelo seu tio Théoden, rei de Rohan. Na guerra seu tio a encarrega de governar Rohan em sua ausência, mas ela contrariando sua vontade se disfarça de cavaleiro para lutar em batalha.

As personagens femininas aliás tem destaques na obra como Galadriel, A senhora de Lórien. Ela é descrita como a mais bela e também mais poderosa Elfa que permaneceu na Terra Média. Mas causava medo em muitos pois tinha o poder de  perscrutar a mente dos outros. Gimli tinha uma enorme admiração por ela.

download (3) cate-blanchett-and-the-lord-of-the-rings-the-fellowship-of-the-ring-gallery

Um dos meus personagens favoritos é Aragorn, também conhecido com Passolargo. Adoro sua personalidade e a força do seu caráter. Ele foi criado em Valfenda por Elrond, tratado como se fosse seu filho tendo sua identidade guardada em segredo pois era o último herdeiro de uma linhagem de Reis, descendente de Isildur, que tomou o Um anel das mãos de Sauron.

aragornQuando participa da guerra do anel Aragorn tem cerca de 87 anos, apesar de não aparentar tal idade devido a sua linhagem, essa era uma característica do seu povo, viver por muitos anos. Ele e Arwen tiveram 3 filhos. Duas meninas e um menino.

O mais legal para quem gosta dos filmes e nunca leu o livro é que o livro está recheado de detalhes que aconteceram pós guerra do Anel. Por exemplo, no filme quando os hobbits finalmente regressam para o condado ele está inalterado, a guerra não chegou até lá portanto não alterou em nada a vida de seus moradores. No livro é diferente, existe todo um capítulo dedicado ao retorno dos hobbits ao condado e em como tudo na vila mudou drasticamente graças à Saruman que para se vingar de alguma forma usou seu poder para oprimir os moradores do condado, então inicia-se toda uma guerra para recuperar a paz da vila.

images (4)Samwise torna-se prefeito do condado e assim permanece por sete vezes consecutivas. Peregrin homenageia Faramir colocando seu nome em seu primogênito, que quando adulto se casa com a filha de Sam e Rosinha. Merry passa a ser conhecido como ” O Magnífico” devido todos os seus feitos realizados.

Tanto o livro como o filme são de fato incríveis. Consegue imaginar todo esse universo de Tolkien retratado de uma forma melhor? De que outra maneira poderíamos conhecer Valfenda ou Moria, ou a Floresta de Lórien com tanta perfeição? Sem falar na trilha sonora: perfeita!

Só podemos agradecer a esse mestre por ter deixado todo um Universo para nos deliciar. Sou apaixonada pelos filmes e pelos livros e gostaria de falar muito mais sobre esse universo mas ficará para um outro post combinado? O Senhor dos Anéis marcou minha adolescência e sempre terá um lugar especial em meu coração. ❤

images (7)

Livro: Contos de Imaginação e Mistério – de Edgar Allan Poe

 livro-contos-de-imaginaco-e-misterio-edgar-allan-poe-314401-MLB20308823585_052015-OOlá gente! Hoje vou falar dessa edição da Tordesilhas que  reúne 10 contos de Edgar A. Poe. Essa edição é econômica e conta com 196 páginas contendo os seguintes contos:

O poço e o pêndulo; O gato preto; O coração denunciador;

Uma descida no Maelstrom; O barril de amontillado;

A máscara da morte vermelha;O Encontro marcado;

A queda da Casa de Usher; Os assassinatos da Rue Morgue; O mistério de Marie Roget .

Edgar é conhecido por suas histórias um tanto macabras sempre envoltas em muito mistério, sendo considerado inventor do gênero ficção policial, sua figura polêmica é uma das mais aclamadas do século XIX inclusive por nomes como Arthur Conan Doyle e Julio Verne. Eu já conhecia alguns contos do Poe mais muitos desses ainda não tinha lido e gostei muito inclusive os dois últimos me fez lembrar bastante dos contos de Conan Doyle, senti uma certa familiaridade. Se Edgar era uma figura excêntrica seus contos são igualmente envolventes e o terror e mistérios é uma presença forte. Essa edição conta também com ilustrações de Harry Clarke.

558533_490467927673398_137969230_n A0BLKCQCASGSCOVCAZR3HPKCAP8UHBWCAVZETYOCADKCZYVCAQA4H12CAWW2379CA7UXZSWCA1G8ORKCAN5G1O1CAP3SDZTCA5MRPZJCA7M13U0CAM68O86CAN4YWL1CAJJDTPOCAPCPOKACALDYWCZ Harry-Clarke--Poe--Tales-of-Mystery-and-Imagination--12_900 Harry-Clarke--Poe--Tales-of-Mystery-and-Imagination--14_900

Meus contos favoritos foram O poço e o pêndulo; O gato preto; A queda da Casa de Usher; Os assassinatos da Rua Morgue e O mistério de Marie Roget. São curtinhos e bem fáceis de ler, há uma outra edição da Tordesilhas capa dura linda, contendo aproximadamente uns vinte contos de Poe.

Segue a dica 🙂

Até a próxima…bjoos

Questões Remanescentes

“Qual é o seu último pensamento do dia? Em quem você pensa antes de dormir? Por que esse suspiro abafado e essa respiração pesada essa hora da manhã? Com quem você sonhou esta noite? Há no mundo alguma resposta para você neste momento? Como tem sido os seus dias e como tem passado essas últimas horas? Existe algum lugar seguro para você onde possa passar esta noite sem que algumas lembranças te assombrem pela madrugada? Como é que se pode fugir de si mesma? Você ainda se sente atada pelas mãos? O que está esmagando em seu peito agora? Ainda não passou aquela dor que você achava ter esquecido? O que você quer agora, ainda resta alguma coisa aí dentro? Será que ainda pode existir algum sorriso brotando dos seus lábios frios ou só restaram lágrimas para cobrir seus olhos? Se é que sobrou alguma coisa do seu antigo “Eu” então por favor grite para ele renascer antes que seja tarde demais”

(ksouza)

pensando

(imagem: tumblr)

TAG – DESCOBRINDO NOVOS BLOGS

Respondendo a Tag indicada pela Samara do blog Redundâncias 😀

tag descobrindo

Regras:
Responder as perguntas realizadas por quem te nomeou.
Criar 10 perguntas para as seguintes bloggers responderem.
Nomear 3 a 10 bloggers para esta tag e avisá-las da nomeação.

1- Qual seu maior defeito?

Pensar demais antes de fazer qualquer coisa

2- Qual seu autor ou autora preferido(a)?

Acho que não tenho só um autor favorito rsrs então vou colocar um dos favoritos: Arthur Conan Doyle

3- Quando foi a ultima vez que você fez algo pela primeira vez?

Eita essa foi difícil rs…Esse ano quando conheci o Pantanal

4- Quando foi a ultima vez que você tomou banho de chuva?

Meu Deus acho que quando tinha uns doze anos rsrs

5- Por onde anda seu frio na barriga?

De mãos dadas com meus desafios. Quando um aparece o outro vem junto rs

6- Você concorda com a frase “Temos todo o tempo do mundo?” ou acha que na verdade não temos tempo nenhum?

Definitivamente não temos todo o tempo do mundo, mas vivemos como se tivéssemos.

7- O que te motiva?

O amor, acreditar nas coisas boas do mundo

8- Você acha que recebemos o amor que realmente merecemos?

Plante o bem colha o bem. Infelizmente nem sempre é assim mas gosto de pensar que tudo o que você oferece retorna para ti mais cedo ou mais tarde. Espalhe amor e receba amor.

9- Consegue se definir em apenas uma palavra? Se sim, qual?

Sonhadora

10- Qual a coisa mais importante na sua vida?

Deus.

PERGUNTAS:

  1. Se pudesse mudar alguma coisa em você o que seria?
  2. Qual seu maior sonho?
  3. Se pudesse escolher um lugar para passar o resto da vida onde seria?
  4. Se pudesse escolher um super poder qual seria?
  5. Qual o seu maior medo na vida?
  6. Diga uma música que te defina
  7. Qual foi a pior vergonha pelo qual você já passou em público?
  8. Qual seu filme/seriado favorito?
  9. Tem um livro favorito? Qual?
  10. Se pudesse me dar um conselho qual seria?

INDICADOS

Favo de Fel

Pedaço das Estações

Semibreveatonal

Débora Maciel

Digavando

Bjos até a próxima 😉

Sobe o som: Ingrid Michaelson

Como não amar esse som tão gostoso? Ingrid Michaelson tem sido minha trilha sonora nos últimos dias rs. Difícil escolher só cinco músicas por isso indico também o albúm inteiro Lights Out lançado em 2014. 🙂

1.Maybe

2.Girls Chase Boys

3.Time Machine

4. You got me

5. Home

Gostaram? 😉

Bjos até a próxima

Resenha: O menino da lista de Schindler

o  menino da lista de schindler Lançado em 2014 pela Editora Rocco, “O Menino da Lista de Schindler” é um relato autobiográfico, contando a história da vida de Leon Leyson, o sobrevivente mais jovem da famosa lista de Schindler.

No livro Leon narra toda trajetória que ele e sua família passou durante a ocupação nazista na Polônia e como ele e sua família foram obrigados a morar no gueto de Cracóvia. Como já comentei aqui no blog esse tema sempre mexeu muito comigo e esse livro também me emocionou muito, vale a pena conferir a trajetória de Leon que lutou e conseguiu sobreviver a essa passagem tão triste da nossa história. Li o livro num tapa, super rápido e me emocionei bastante. Por isso queria deixar aqui registrado essa dica para vocês. Falei aqui no blog sobre o filme “A Lista de Schindler” dirigido pelo Spielberg e para quem já viu o filme é interessante também conferir o livro.

A vida de Leon e sua família não foi nada fácil. Ele um garoto de 10 anos morava com a mãe e mais quatro irmãos no interior da Polônia. Seu pai resolve trazer toda a sua família à Cracóvia quando sua situação financeira passa a melhorar. Mas não demora muito até que a Polônia seja invadida e a vida de Leon assim como a de milhares de judeus vira de cabeça para baixo. Graças aos conhecimentos técnicos de seu pai que trabalhava na fábrica de Oskar Schindler garantiu também o emprego de seu irmão mais velho e mais tarde o próprio Leon passa a trabalhar na fábrica. Porém mesmo assim a situação não era nada fácil em uma época em que todos aqueles que não estivessem de alguma forma ligados aos esforços de guerra eram levados aos campos de concentração. A tensão era imensa e o medo era constante. O livro mostra toda admiração e gratidão que Leon sentia por Oskar Schindler. É emocionante a narração de seu reencontro com ele quando Leon acreditava que Oskar não o reconheceria porém ele reconhece o homem de 35 anos como “o pequeno Leyson”. Simplesmente emocionante. Leon deixou um verdadeiro relato do holocausto para que futuras gerações pudessem sentir e se inspirar por tudo o que ele passou.