Parar de bater

“Não vou deixar que o vento te leve para longe esta noite. Eu só preciso ter seu rosto na minha mente por mais um tempo. Sei que é pedir demais a mim mesma, mas talvez eu goste mesmo de me torturar um pouco, por que a noite quando sinto as paredes do meu quarto me esmagarem cada vez mais é quando preciso de você mais do que nunca. Minhas mãos estão tão frias e pela primeira vez eu tenho medo. Tudo o que eu queria é ter forças para te matar aqui dentro, mas meu coração então deixaria de bater”

(ksouza)

sem voce

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s