Orgulho e Preconceito

pride-prejudice-original

Orgulho e Preconceito

 Essa história é simplesmente incrível. Sou suspeita para falar mas sou absolutamente apaixonada por essa obra de Jane Austen, que já foi adaptada inumeras vezes para o cinema e televisão. Orgulho e Preconceito nada mais é do que uma história sobre primeiras impressões. Jane Austen nos apresenta uma critica sobre a sociedade da época, sob as convenções e a importância que se dava ao casamento bem arranjado. Elizabeth Bennet, nossa heroina da história é uma personagem forte, de personalidade, e totalmente diferente de suas quatro irmãs. Sua mãe tem cujo único objetivo na vida casar suas cinco filhas, e é claro que o casamento deve ser o mais vantajoso possível, Lizzy não compartilha dos mesmos sentimentos que sua mãe, já que fortuna e conforto não estão no topo da sua lista como motivos para aceitar um matrimonio. No livro somos apresentados à Mr. Darcy, um cavalheiro tido como extremamente orgulhoso e não propenso a conversas, o seu jeito muitas vezes tido como arrogante nos levaria a odiá-lo assim como lizzy o odeia no começo, e assim seria, se de fato não o conhecêssemos como um dos personagens mais apaixonantes da literatura inglesa, sim porque nós ja conhecemos Darcy e seus verdadeiros sentimentos muito antes de Lizzy, e somos capazes de nos apaixonar por ele muito antes dela. Mr Darcy na realidade é apenas mal compreendido, porém de fato é muito orgulhoso, entretanto seus sentimentos por Lizzy são verdadeiros e é ela que ao recusá-lo o transforma em uma pessoa melhor. Elizabeth mesmo sendo a mais inteligentes eu diria, das filhas Bennet se deixa enganar pelas aparências duas vezes, primeiro com Sr. Darcy e segundo pelo Sr. Wickham,o segundo que com suas maneiras doces e delicadas lança seu falso testemunho contra o primeiro,fazendo com que este se torne ainda mais odioso aos olhos dela. O livro é doce e delicado e nos ensina a não fazer julgamentos precipitados além de nos fazer penetrar tão fundo na história desejando que Lizzy e Darcy, cada qual com seu jeito único, encontre uma maneira de ficarem juntos. É um dos meus livros favoritos deste então.

Sobre as adaptações

s

Minha adaptação preferida apesar de não ser 100% fiel a obra, é aquela de 2006 com a Keira Knightley e Matthew MacFadyen.

150fbe87

Essa adaptação de 1995 produzida pela BBC talvés seja uma das mais conhecidas. A série lançou o ator Colin Firth ao estrelato na pele do Mr. Darcy. Ela conta com seis episódios e foi muito aclamado pela crítica na época.

Bride.And_.Prejudice.DVDSCR-600x357

Existe até uma versão Bollywoodiana com direito a muita música e dança, tipico dos filmes indianos. Bem fofinho.

o-diario-de-bridget-jones-3

Para quem não sabe O diário de Bridget Jones também foi levemente inspirado na obra de Jane Austen, com uma versão mais moderna e trás novamente Colin Firth como Darcy 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s