Minissérie Norte & Sul

12

Norte e Sul é uma série produzida pela BBC dividida em quatro episódios e lançada em 2004. A série é baseada no livro homônimo de Elizabeth Gaskell publicado em 1885. Primeiro eu assisti a série em seguida tive que comprar o livro, e recomendo os dois. A adaptação é simplesmente linda e bem fiel à obra.

Bem, Norte e Sul é um romance que demonstra as diferenças e os conflitos gerados pela Revolução Industrial, e como o próprio titulo tenta demostrar o contraste entre o modo de vida da Inglaterra industrializada do norte e da Inglaterra rural do Sul. Tudo isso pelo ponto de Vista de Margaret Hale que sempre viveu de forma tranquila na inocência do campo. Porém, devido às circunstancias, Margaret se vê obrigada a se mudar para a cidade com os pais. A mudança no estilo de vida a choca no início, sobretudo as dificuldades vividas pelos trabalhadores urbanos, ela então acaba conhecendo a realidade da população local e formando amizades. Seu pai é um ministro religioso que passa a se tornar amigo de John Thornton, proprietário de uma fabrica local. Margaret no primeiro momento não simpatiza com ele,ainda por cima devido as circunstancias em que o conheceu, já que o flagrou agredindo um funcionário que fumava nas dependências de sua fábrica. Como Margaret simpatiza com os trabalhadores ela  vê de perto as duras condições em que muitos trabalhadores eram obrigados a viver, jornadas exaustivas, violência e abuso por parte dos patrões e até mesmo trabalho infantil. Conhecendo todas essas injurias de perto Margaret se vê odiando Mr. Thornton, um homem que a primeira vista se mostra rude, extremamente bruto e que sente orgulho por manter a sua fabrica funcionando. Entretanto, com o passar da história o conhecemos melhor, e percebemos que trata-se de um homem solitário,que luta em função de sua família. E assim como Margaret vamos nos apaixonando por ele gradualmente e percebendo que muitas vezes as primeiras impressões são falhas. Tem nesse momento um “quê” de Jane Austen, e confesso que Mr. Thornton me fez lembrar um pouco de Mr. Darcy de “Orgulho e preconceito”

Série e livro aprovadíssimos, e vale apena conferir Richard Armitage na pele de Mr. Thornton divinamente perfeito ;D. Para quem não sabe ele também brilhou na telinha como Thorin no filme O hobbit.

tumblr_mn3ii1BhV41r3zr0mo4_500

Então para você que curte séries de época, e que se apaixonada fácil por um vilão que na verdade é mocinho não pode perder essa. Super Recomendo. 🙂

tumblr_mgdh2aUcVA1s2w3goo1_1280johnthornton3

cotton-snowflakes-north-and-southmary5

ns1_241 images (3)

tumblr_mgbthjrWjR1qjhdt7o1_500 John-Margaret-north-and-south-33254870-500-210

Vamos falar de cinema?

titanic_jack_et_rose

As cenas mais marcantes dos cinemas

Difícil conseguir reunir todas as cenas marcantes do cinema, aliás, impossível, mas aqui vai alguma das cenas mais famosas da telinha:

11230526

Marilyn Monroe em uma das cenas mais classicas dos cinemas, em “O Pecado Mora ao Lado” (1955) em que a atriz tenta segurar seu vestido enquanto está em cima da ventilação do metrô.

ET_Moon

E.T o extraterrestre rendeu  indicações ao Oscar para Steven Spielberg como melhor diretor e melhor filme. Quem não se lembra da famosa cena em que Elliot “levanta Vôo” em sua bicicletinha com seu amigo E.t na cestinha?

16770163

A famosa cena de O sexto sentido,em que Cole diz ao personagem do Bruce Willis “Eu vejo gente morta” já foi parodiada centenas de vezes.

Titanic-Jack-Rose-jack-and-rose-22327976-1706-960

E como falar em cenas marcantes e não mencionar Jack e Rose na proa do navio em Titanic?

282371_Papel-de-Parede-Filme-O-Iluminado_1280x960

Jack Nicholson em O iluminado.

cantando-na-chuva-foto-09

Cena do filme Cantando na chuva de 1952

frodo_senhor_dos_aneis

A sequência em que o Frodo cai com o anel se tornou uma cena clássica da série O senhor dos anéis.

get

Cena do assassinato no chuveiro em Psicose

neobullets

Matrix revolucionou o cinema,e tem muitas cenas marcantes, mas nessa sequencia em que Neo controla as balas disparadas contra ele é demais.

1779787-2922-in

Sim, a cena de O rei leão não podia faltar nessa lista. Fofo!

download (2)

A cena em que o Coringa bate palminha em Batman o cavaleiro das trevas.

Hannibal Lecter (3)

Hannibal Lecter é ainda mais assustador sorrindo para Alice em O silencio dos inocentes.

les-miserables-tv-spot-dream-09

Dificilmente alguém irá superar Anna Hathaway interpretado  I dreamed a dream em Os Miseráveis. Impecável!

7874_1

Uma das últimas cenas de O mundo perdido: Jurassic  Park

download (3)

A cena em que Mary Jane tasca um beijo no homem aranha.

600full

Cena marcante em A Lista de Shindler, onde a garotinha de vermelho aparece na cena do ataque ao gueto.

mh_interna_hastalavista1

‘Hasta la vista baby” alguem conhece essa? rs

Kill-Bill-Vol--1-uma-thurman-263955_500_329

Pura coreografia na cena de Kill Bill vol I

FOTO3-279898-2011-06-30-13-01

Audrey Hepburn em uma das cenas mais famosas do cinema no clássico ‘Bonequinha de luxo

filmes-cliches-foto-4

Cena de Kevin, personagem de Macaulay Culkin, no filme Esqueceram de Mim

4163173931_d98e8b56f9_o

Famosa cena de Flashdance  reproduzida várias e várias vezes.

Ufa! e ainda tem várias mas ficaria uma lista imensa.

Vamos dançar?

TOP 5 FILMES DE DANÇA

Difícil é assistir um filme de dança e depois não sair pela casa pensando ser um bailarino (coisa perigosa).

Temos aqui cinco filmes que vão te fazer querer dançar pela casa toda.

Footloose-s.-30

1. Footloose

Kavin Bacon é um astro da dança nesse filme de 1984. O filme conta com uma ótima trilha sonora e a cena final é bem divertida, sem falar na musica footloose que é viciante. O filme ganhou uma versao atual em 2011 que também vale a pena conferir. Ren é um rapaz que acaba de se mudar da cidade grande para uma pequena cidade do interior onde se tem uma regra bem estranha: é proibido dançar. Apaixonado pela música, Ren decide lutar para que essa regra seja banida.

flashdance

2.Flashdance

Embalada pela música what a feeling – Irene Cara, as cenas de dança desse filme são empolgantes, sem contar no romance como pano de fundo. Assisti e recomendo.

dirty-dancing-2

3. Dirty Dancing

patrick swayze está ou não está incrível nesse filme? Um perfeito professor de dança! Baby está passando as férias com sua família num resort, quando conhece Johnny Castle, um instrutor de dança, e acaba se apaixonando por ele. Vale apena conferir a cena clássica onde Baby é puxada para dançar por Johnny ao som de the time of my life. 

article-1281032259543-0AB01AE0000005DC-67147_636x300

4. Se ela dança eu danço 3

Difícil não se empolgar com as coreografias bem elaboradas desse filme, sem falar na trilha sonora. A dança de rua ganha destaque nesse filme, assim como no restante da série. Muito empolgante.

1193170236_f

5. Dança comigo?

Richard Gere é John Clark, um homem com um emprego maravilhoso, uma esposa  e uma família amável, mas que sente algo lhe faltar a cada dia. É ai que ele descobre sua nova paixão: a dança. 😀

Filmes a postos, agora é só assistir e dançar rs

Orgulho e Preconceito

pride-prejudice-original

Orgulho e Preconceito

 Essa história é simplesmente incrível. Sou suspeita para falar mas sou absolutamente apaixonada por essa obra de Jane Austen, que já foi adaptada inumeras vezes para o cinema e televisão. Orgulho e Preconceito nada mais é do que uma história sobre primeiras impressões. Jane Austen nos apresenta uma critica sobre a sociedade da época, sob as convenções e a importância que se dava ao casamento bem arranjado. Elizabeth Bennet, nossa heroina da história é uma personagem forte, de personalidade, e totalmente diferente de suas quatro irmãs. Sua mãe tem cujo único objetivo na vida casar suas cinco filhas, e é claro que o casamento deve ser o mais vantajoso possível, Lizzy não compartilha dos mesmos sentimentos que sua mãe, já que fortuna e conforto não estão no topo da sua lista como motivos para aceitar um matrimonio. No livro somos apresentados à Mr. Darcy, um cavalheiro tido como extremamente orgulhoso e não propenso a conversas, o seu jeito muitas vezes tido como arrogante nos levaria a odiá-lo assim como lizzy o odeia no começo, e assim seria, se de fato não o conhecêssemos como um dos personagens mais apaixonantes da literatura inglesa, sim porque nós ja conhecemos Darcy e seus verdadeiros sentimentos muito antes de Lizzy, e somos capazes de nos apaixonar por ele muito antes dela. Mr Darcy na realidade é apenas mal compreendido, porém de fato é muito orgulhoso, entretanto seus sentimentos por Lizzy são verdadeiros e é ela que ao recusá-lo o transforma em uma pessoa melhor. Elizabeth mesmo sendo a mais inteligentes eu diria, das filhas Bennet se deixa enganar pelas aparências duas vezes, primeiro com Sr. Darcy e segundo pelo Sr. Wickham,o segundo que com suas maneiras doces e delicadas lança seu falso testemunho contra o primeiro,fazendo com que este se torne ainda mais odioso aos olhos dela. O livro é doce e delicado e nos ensina a não fazer julgamentos precipitados além de nos fazer penetrar tão fundo na história desejando que Lizzy e Darcy, cada qual com seu jeito único, encontre uma maneira de ficarem juntos. É um dos meus livros favoritos deste então.

Sobre as adaptações

s

Minha adaptação preferida apesar de não ser 100% fiel a obra, é aquela de 2006 com a Keira Knightley e Matthew MacFadyen.

150fbe87

Essa adaptação de 1995 produzida pela BBC talvés seja uma das mais conhecidas. A série lançou o ator Colin Firth ao estrelato na pele do Mr. Darcy. Ela conta com seis episódios e foi muito aclamado pela crítica na época.

Bride.And_.Prejudice.DVDSCR-600x357

Existe até uma versão Bollywoodiana com direito a muita música e dança, tipico dos filmes indianos. Bem fofinho.

o-diario-de-bridget-jones-3

Para quem não sabe O diário de Bridget Jones também foi levemente inspirado na obra de Jane Austen, com uma versão mais moderna e trás novamente Colin Firth como Darcy 🙂